domingo, 31 de julho de 2016

Marriage in a Spiritist view



ASTOLFO O. DE OLIVEIRA FILHO
Translator: FELIPE DARELLA
From: Consolador - Weekly Magazine of Spiritism
Year 2 - N° 63 – July 6, 2008

Marriage in a Spiritist view

Spiritism teaches us marriage was an advancement in the history of mankind and its abolishment would be going backwards putting theman below some animal.

There is nothing more discussed than marriage, we understand. LINTON defines it as being the social recognized union between people of different genders. LAURENT calls it "plea of society, basis of public and private morality". GOETHE understands that marriage is the basis of every culture and LESSING says that "the great school established by God Himself for the education of humans”. There are, however, among philosophers and scholars those who are against it, as SCHOPENHAUER who stated that "in our monogamist hemisphere, marriage is losing  half  of  your rights and earning twice  as much obligation". Everybody knows that saying which compares marriage to a math formula: a sum of worries, a subtraction of freedom, a multiplication of children and a division of goods. In the field of civil law, marriage is defined as the permanent union between a man and a woman, according to the law, in order to reproduce, help each other and raise their kids.

O casamento numa perspectiva espírita




ASTOLFO O. DE OLIVEIRA FILHO
Londrina, Paraná (Brasil)

O casamento numa perspectiva espírita


O Espiritismo nos ensina que o casamento foi um avanço na história da Humanidade e sua abolição seria um retrocesso
que poria o homem abaixo mesmo de certos animais

Não há, em todo o direito privado, instituto mais discutido que o casamento. LINTON o define como sendo a união socialmente reconhecida entre pessoas de sexo diferente. LAURENT o chama de "fundamento da sociedade, base da moralidade pública e privada". GOETHE (foto) entende que o matrimônio é a base e o coroamento de toda cultura e LESSING diz ser o casamento "a grande escola fundada pelo próprio Deus para a educação do gênero humano", havendo, no entanto, entre filósofos e literatos os seus detratores, como SCHOPENHAUER que afirmou que "em nosso hemisfério monógamo, casar é perder metade de seus direitos e duplicar seus deveres". É conhecido no anedotário nacional o ditado que equipara o casamento a uma fórmula matemática: uma soma de preocupações, uma subtração da liberdade, uma multiplicação de filhos e uma divisão de bens. No campo do direito civil, conceitua-se o matrimônio como a união permanente entre o homem e a mulher, de acordo com a lei, a fim de se reproduzirem, de se ajudarem mutuamente e de criarem os seus filhos. 

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Santificação maternal


Quando percebeste as sublimes vibrações da maternidade no teu seio, foste tomada pela aflição, considerando-se a magnitude do evento para o qual não te sentias preparada.

Não desejavas um filho, nem esperavas que o incidente sexual de que participaste, resultasse na concepção...

De imediato surgiu-te a ideia infeliz do aborto criminoso como solução para o que se te apresentava
como problema desafiador.


Anelavas por um futuro rico de oportunidades e de triunfos, o que então se tornaria difícil em razão da presença do filhinho não programado e que nasceria em circunstâncias desfavoráveis.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Willing to help

Seven year-old Lucy was visiting her grandfather Manuel who was ill, and when she saw him, she felt great pity. How could God, who is so good, have allowed her grandfather to suffer so much? - she wondered.

Seeing her in tears, her mother hugged her, sat with her on the sofa, and asked:

- Why are you so sad, honey?

The girl raised her eyes full of tears and said:

- How could I not to be sad, mom? My grandfather, who I love so much, is sick and suffering, and there is nothing I can do to change his situation!... Why does God, our Heavenly Father, let my grandfather suffer like this?...

Her mother hugged her even tighter, cradling her in her arms, then said:

- Darling, there are situations that we cannot avoid. We all have to go through problems in life, as part of the programming of our existence here on earth. Each one of us will face what we deserve, according to our inner change needs in order to become someone better, fuller of love for their fellow men.

- Ah! Does it mean that if one needs to suffer, it is better that their suffering is quick so they free themselves from the situation?! ...


The mother understood the train of thought of the child and explained:

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Pipo, o burrico valente

Certa vez Pipo, um burrico, cansado de ser desprezado por seus companheiros na cocheira, sentia-se muito infeliz. Não tinha amigos. Os outros animais, cavalos, bois, vacas, carneiros e ovelhas, todos faziam pouco caso dele.

Mimosa, a vaca malhada, mugia:
— Você não serve para nada, Pipo! Eu produzo o leite para meus bezerros e para a alimentação dos filhos do nosso patrão. Mas e você, um burrico, para que serve?

Ruminando o capim, Tufão, o cavalo de raça, levantou a cabeça e concordou:

— É verdade. Se pelo menos Pipo pudesse participar de corridas como eu, a vida dele seria bem diferente. Ah! É tão bom ouvir os aplausos da multidão quando eu venço uma corrida! O patrão me afaga dizendo palavras gentis e, além disso, sempre recebo uma ração extra. Mas nosso burrico, coitado, não serve para nada!...

quarta-feira, 20 de julho de 2016

¿Para qué sirven los juguetes?

Acompañando a su mamá a hacer las compras, Julio caminaba charlando sin parar. Hablaba de la escuela, de sus juguetes y de lo que iba a hacer más tarde al volver a casa.
- Mamá, quiero jugar con mi camioncito nuevo. Voy a llevarlo al patio de atrás y llenarlo de tierra.
- Entonces, hazlo, hijo mío. Invita a Zesé, tu amigo, ¡Se pondrá contento! – sugirió satisfecha.
El niño pensó y respondió:
- Creo que mejor no lo invito, mamá. ¡Cuando él toma un juguete, no lo quiere soltar más!
- ¡Pero es tu amigo, Julio!
- Zezé no cuida mis juguetes, mamá. Creo que mejor jugaré solo.
La mamá se sorprendió de las palabras de su hijo, pero aceptó:
- Está bien, hijo mío. Si así lo quieres…
- Sí, mamá. Prefiero jugar solo.  

Al volver de las compras, Julio fue a jugar al patio trasero. La mamá se extrañó que su hijo quisiera jugar solo. Después de todo, ¿qué gracia tenía jugar sin amigos? Pero, como él lo había decidido así, ella se quedó callada.
Al día siguiente, sucedió la misma situación. Julio quería jugar solo. Y los demás días también. Ese comportamiento comenzó a incomodar a la mamá, acostumbrada a ver a su hijo siempre junto a los vecinos o sus compañeros de la escuela. 
    
Después de una semana, la mamá notó a su hijo triste, desanimado, y preguntó:
- ¿Pasó algo, Julio? No pareces estar bien, estás triste, fastidiado...

terça-feira, 19 de julho de 2016

Dinâmica: Processo de reencarnação



Objetivo: Compreender como ocorre o processo da reencarnação.

Participantes: Máximo14 alunos.

Tempo Estimado: 20 min.

Material: Cartolina, cola bastão e figuras .

Descrição: O evangelizador deverá, previamente, recortar as figuras e distribuir apenas uma para cada dupla. Depois deverá explicar aos alunos que um Espírito irá reencarnar, mas que não sabe nenhuma informação sobre ele e, muito menos, sobre a sua família ; eles é que deverão ajudar nas informações. Então, o Evangelizador deverá chamar uma dupla de cada vez, conforme a sequência numérica e fazer os seguintes comentários abaixo. Após cada comentário, uma das crianças (da dupla) deverá preencher a lacuna com a informação e a outra deverá colar a figura na cartolina.

Obs.: As setas também deverão ser coladas para indicar a sequência das figuras. 

domingo, 17 de julho de 2016

Lezione: Il Spiritismo e ripasso sull spirito, perispirito, corpo e mondo spirituale



Lezione
 


IL SPIRITISMO  E RIPASSO SULL SPIRITO, PERISPIRITO, CORPO E MONDO SPIRITUALE

Preghiera iniziale (tutte le preghiere sono sempre fatte dei bambini, il evangelizzatore può aiutare e controllare come loro stanno comportandosi )
Obiettivo:
1) Ricordare cosa sono spirito, perispirito, corpo ed anche le cure che dobbiamo avere con lo spirito, le conseguenze delle nostre attitudine: dove il nostro spirito va quando facciamo cose buone oppure cattive. Parlare un può circa il mondo spirituale.

2) Introdurre cosa è la casa spiritica e le sue attività e la pratica spiritica.

Attività 1: Ripasso cosa sono: corpo, spirito e mondo spirituale
Chiedere ai bambini che sono stati nella lezione precedente di spiegare cosa è il mondo spirituale ed anche di elencare le cure con lo spirito


quarta-feira, 13 de julho de 2016

Aula n°17 (Juventude) - JESUS E O TEMPLO

Aula nº:​ 17 SERF ​   e  ​  CEC

Data: 15 e 28 / 06 / 2011

Tema: Jesus e o Templo

Atividade de Integração
Pedir para que os jovens formem duplas ou trios, entregar pequenos papeis, e pedir para que cada dupla/trio desenhem o Templo mais bonito que eles conseguirem imaginar. 

Compartilhar: O que isso tem a ver com o conteúdo da aula de hoje?
Relatar o tema, e pedir para que eles guardem o desenho com eles mesmos, para a auto avaliação que eles farão até o final da aula.

Sugestão para aplicação do conteúdo doutrinário
1o. Momento:
Pedir para que os jovens se dividam em 4 grupos, e que leiam e desenvolvam um jeito de explicar para os demais grupos (através de desenho, teatro, explicação, etc.) as histórias do anexo 1.
2o. Momento:
Apresentação para os demais grupos.
3o. Momento:
Batata quente – perguntas no Anexo 2. (Tirando dúvidas)
Colocar apenas as 4 primeiras perguntas, após serem respondidas, colocar as outras 2 (5 e 6) para que façamos outra reflexão. Pergunta extra feita pelo evangelizador:
“7 – Vocês mudariam o desenho de vocês do começo da aula? ”
4o. Momento:
Terminar com os jovens relendo o poema “Jesus no Templo” (Anexo 3).

Vida de Jesus - Dica de link com materiais bíblicos para imprimir

Educador,
Veja só! Se você está à procura de materiais que possam enriquecer a sua aula sobre Jesus, temos uma dica de link. O site mylittlehouse disponibiliza gratuitamente materiais bíblicos para imprimir e montar. Confira! 


sábado, 9 de julho de 2016

Respect to Others for Kindergarten

First: Welcome the children into the session. Say how happy we are to see them and how important they are for the class. Explain we will follow the letters of the alphabet in order to choose the volunteer for the opening prayer. So, the child’s name that starts with the letter A will do the opening prayer this time. Everybody will have the chance to collaborate as the weeks passed by.

Second: Prayer Activity – Get the children to create their own prayers. They will be able to decorate them as they wish. Ask each child to read the prayer to the rest of the group.

Everyone will need to stop and listen to each one’s prayer. When the activity with the “Raffle box of Prayers” finishes the volunteer will collect the booklet “The Lord’s Prayer” with the child who was responsible for it during the previous week.

The Lord’s Prayer booklet


TURMA DA PAZ - Conhecendo a Doutrina Espírita - mundos habitados




sexta-feira, 8 de julho de 2016

Aula n° 16 (Juventude) - A multidão e Jesus


Aula nº: 16  | CEC - SERF
Data:    21 e 08 / 02 / 2014

Tema: A  multidão  e  Jesus

Atividade de Integração

Apresentar a imagem do anexo 1 solicitando que observem e perguntar “Qual o tema da aula de hoje?”

Compartilhar, o que esta imagem tem a ver com o tema “A multidão e Jesus?”

Aqueles homens e mulheres, há 2000 anos, representavam cada um de nós. O espírito Amélia Rodrigues nos diz que o Evangelho é a história de uma vida, contada através das histórias de outras vidas” . Afinal, quem de nós não traz as dúvidas de Thomé? As fragilidades de Pedro? Os conflitos da mulher Samaritana? Ou vacilamos como o “moço rico”? Enfim . . . Aquela multidão de então, continua nos representando. Vamos aprender um pouco mais sobre essas pessoas? 

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Pipo, el burrito valiente

Una vez, Pipo, un burrito, cansado de ser despreciado por sus compañeros en el establo, sintió que era muy infeliz. No tenía amigos. Los otros animales, caballos, bueyes, vacas, carneros y ovejas, se burlaban de él.

Mimosa, la vaca pinta, mugía:

- ¡No sirves para nada, Pipo! Yo produzco la leche para mis becerros y para alimentar a los hijos de nuestro patrón. Pero tú, un burrito, ¿para qué sirves?

Rumiando la hierba, Tifón, el caballo de carreras, levantó la cabeza y asintió:

- Es verdad. Si por lo menos Pipo pudiera participar de las carreras como yo, su vida sería muy diferente. ¡Ah! ¡Es tan lindo oír los aplausos de la multitud cuando gano una carrera! El patrón me acaricia diciendo palabras gentiles y, además, siempre recibo una ración extra. Pero nuestro pobre burrito, ¡no sirve para nada!...

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Dinâmicas de grupo

Dinâmica: Para quem você tira o chapéu

Materiais: um chapéu e um espelho
O espelho deve estar colado no fundo do chapéu.

Procedimento: O animador escolhe uma pessoa do grupo e pergunta se ela tira o chapéu para a pessoa que ver e o porquê, sem dizer o nome da pessoa. 
Pode ser feito em qualquer tamanho de grupo e o animador deve fingir que trocou a foto do chapéu antes de chamar o próximo participante.


Dinâmica: "Patinho Feio"

Materiais: Tiras de papel colante, caneta

Procedimento: Colar tiras de papel colante ou escrever em fitas para serem colocadas na cabeça de modo que apareçam palavras as quais deverão ser seguidas pelos colegas que a lerem. Exemplo: beije-me, aperte minha mão,abrace-me, deixe-me, pisque para mim, etc etc.....sendo que apenas um elemento, deverá ficar com a palavra "deixe-me" sendo que esse será o único que não será procurado, será o patinho feio (deixe-me). No final, essa pessoa deverá contar como se sentiu, sendo discriminado e deixada de lado.

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Aula nº 15 "Os três batismos: de água, de fogo e do espírito" (Juventude Espírita)

Tema: Os três batismos: de água, de fogo e do espírito
Aula n° 15 - CEC
data: 08.06.2014


Atividade de Integração
Recortar as cinco frases com os significados das mesmas e colar embaixo de cinco cadeiras. O educador lê uma frase pergunta o significado para a turma e todos argumentam. Daí quem estiver com a mesma frase (evangelizado), lê em voz alta o significado.


Sugestão para aplicação do conteúdo doutrinário


1o. Momento:
Debate: Metade defende que se sim, devemos batizar porque Jesus se permitiu batizar e também mandou que os apóstolos batizassem.
O outro grupo que não, porque Jesus não batizou ninguém.
  

The bored canoe (audio: English) - La canoa agujerado (leyenda: español)

 
Theme: proud  / Tema: orgullo