sábado, 4 de junho de 2016

Aula n° 11 (Juventude) - Os precursores do Cristianismo – Sócrates, Platão e João Batista


Aula nº: 11 CEC: - SERF: 11

Data: 12/04/2014 e 13 /03 /2014



Atividade de Integração
Começar a aula com o Evangelizador anunciando uma descoberta INFÁLIVEL que ele fez sobre a Terra. A Terra tem seres morando em seu núcleo que tomarão conta do planeta, pois estes seres estão sendo preparados há milênios de anos, com informações valiosas sobre o funcionamento do Universo para aparecer agora, e salvarão o planeta de todas as suas misérias. Dizer que o evangelizador descobriu isso de acordo com algumas evidências e se confirmou em sonho.

Com certeza os jovens ficarão com cara de espantados duvidando do assunto. Perguntar se eles acreditam no que estão ouvindo e se sairiam dali convencidos daquilo simplesmente porque foi o evangelizador deles que disse.

Levar a seguinte frase com as palavras cortadas para os jovens montarem, dizendo que ali terá a explicação do que ele estava dizendo: “As grandes ideias jamais irrompem de súbito. As que assentam sobre a verdade sempre têm precursores que lhes preparam parcialmente os caminhos”. Explicar que eles não devem acreditar em qualquer coisa e lembrar que principalmente doutrinas serão trazidas por enviados de Deus que resumirão, coordenarão e complementarão os elementos esparsos, como se sucedeu a ideia cristã que foi precedida por Sócrates e Platão.



Sugestão para aplicação do conteúdo doutrinário

1o. Momento:
Perguntar aos jovens se eles já ouviram falar em Sócrates e Platão. Explicar de acordo com subsídios ao educador.
 

2o. Momento:
Pedir que os jovens separem nos papeis distribuídos as ideias que são de Sócrates e Platão das ideias do Cristianismo (Anexo 3). Após colocarem todas as frases no quadro, discutir (Subsídios ao Educador) cada uma delas e a semelhança umas com as outras, mostrando como pode-se afirmar que O Cristianismo e o Espiritismo teve precursores.


3o. Momento:
Apresentar o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=EeRXwzHeLbs. Concluir, diante do bate papo do momento anterior, a relação de Sócrates e Platão e o Espiritismo.



4o. Momento:
Finalizar cantando a música: Sede Perfeitos (Anexo 4) 

Tempo
10´ - atividade de integração
05´ - 1º. Momento
20´ - 2º. Momento
10´ - 3º. Momento
10´ - 4º. Momento


Material:

Anexo 1 - Quadro de ideias 


Sócrates e Platão Cristianismo
I. O homem é uma alma encarnada. Antes da sua encarnação, existia unida aos tipos primordiais, às idéias do verdadeiro, do bem e do belo; separa-se deles, encarnando, e, recordando o seu passado, é mais ou menos atormentada pelo desejo de voltar a ele. "E chegou a Herodes, o Tetrarca, a notícia de tudo o que Jesus fazia, e ficou inquieto, porque diziam uns: É João que ressurgiu dos mortos" A reencarnação fazia parte dos dogmas judaicos sob o nome de ressurreição. Somente os saduceus, que pensavam que tudo acabava com a morte, não acreditavam nela.
II.A alma se transvia e perturba, quando se serve do corpo para considerar qualquer objeto; tem vertigem, como se estivesse ébria, porque se prende a coisas que estão, por sua natureza, sujeitas a mudanças; ao passo que, quando contempla a sua própria essência, dirige-se para o que é puro, eterno, imortal, e, sendo ela desta natureza, permanece aí ligada, por tanto tempo quanto passa. Cessam então os seus transviamentos, pois que está unida ao que é imutável e a esse estado da alma é que se chama sabedoria. "O meu reino não é deste mundo, certp que os ministros haveriam de pelejar para que eu não fosse entregue aos judeus; mas por agora meu reino não é daqui". A idéia clara e precisa que se faz da vida futura dá uma fé inabalável no futuro, e essa fé tem enormes conseqüências sobre a moralização dos homens, uma vez que muda completamente o ponto de vista sob o qual encaram a vida terrena.
III. Enquanto tivermos o nosso corpo e a alma se achar mergulhado nessa corrupção, nunca possuiremos o objeto dos nossos desejos: a verdade. Com efeito, o corpo nos suscita mil obstáculos pela necessidade em que nas achamos de cuidar dele. Ao demais, ele nos enche de desejos, de apetites, de temores, de mil quimeras e de mil tolices, de maneira que, com ele, impossível se nos torna ser ajuizados, sequer por um instante. Mas, se não nos é possível conhecer puramente coisa alguma, enquanto a alma nos está ligada ao corpo, de duas uma: ou jamais conheceremos a verdade, ou só a conheceremos após a morte. Libertos da loucura do corpo, conversaremos então, lícito é esperá-lo, com homens igualmente libertos e conheceremos, por nós mesmos, a essência das coisas. Essa a razão por que os verdadeiros filósofos se exercitam em morrer e a morte não se lhes afigura, de modo nenhum, temível. Bem aventurados os que tem puro o coração". Esta comparação poderia parecer injusta, se considerássemos que o Espírito da criança pode ser muit antigo e que traz ao renascer, para a vida corpra as imperfeições das quais não se libertou nas existências anteriores, Somente um Espírito que tivesse atingido a perfeição poderia nos dar o modelo da verdadeira pureza. Mas ela é exata no ponto de vista da vida presente, pois a criança, não podendo ainda manifestar nenhuma tendência perversa, oferece-nos a imagem da inocência e da candura.
IV. A alma impura, nesse estado, se encontra oprimida e se vê de novo arrastado para o mundo visível, pelo horror do que é invisível e imaterial. Erra, então, diz-se, em torno dos monumentos e dos túmulos, junto aos quais já se têm visto tenebrosos fantasmas, quais devem ser as imagens das almas que deixaram o corpo sem estarem ainda inteiramente puras, que ainda conservam alguma coisa do forma material, o que faz que a vista humana possa percebê-las. Não são as almas dos bons; silo, porém, as dos maus, que se vêem forçadas a vagar por esses lugares, onde arrastam consigo a pena do primeira vida que tiveram e onde continuam a vagar até que os apetites inerentes à forma material de que se revestiram as reconduzam a um corpo. Então, sem dúvida, retomam os mesmos costumes que durante a primeira vida constituíam objeto de suas predileções. "Amai aos vossos inimigos; fazei o bem aqueles que vos odeia e orai por aqueles que vos perseguem e vos caluniam; pois, se amais apenas àqueles que vos ama, que recompensa tereis? Os publicanos também não fazem isso? E se apenas saudardes vossos irmãos, o que fazeis mais que os outros?? Os pagãos não fazem o mesmo?? Sede, pois, perfeitos, como vosso Pai Celestial é perfeito". Aquele que pode, com razão, ser qualificado como verdadeiro e sincero espírita está num grau superior de adiantamento moral; o Espírito, já dominando mais completamente a matéria, dá-lhe uma percepção mais clara do futuro; os princípios da Doutrina Espírita fazem nele vibrar os sentimentos, que permanecem adormecidos nos outros; em uma palavra, foi tocado no coração e a sua fé é inabalável.
V. Após a nossa morte, o gênio (daimon, demônio), que nos fora designado durante a vida, leva-nos a um lugar onde se reúnem todos os que têm de ser conduzidas ao Hades, para serem julgados. As almas, depois de haverem estado no Hades o tempo necessário, são reconduzidas a esta vida em múltiplos e longos períodos.



"Que não se perturbe vosso coração. Credes em Deus, crede também em mim. Há muitas moradas na casa de meu Pai; se assim não fosse, eu já vos teria dito, pois me vou para vos preparar o lugar. E após ter ido e vos preparado o lugar, eu voltarei, e vos retomarei para mim, a fim de que lá, onde eu estiver, vós estejais também". A casa do Pai é o Universo. As diferentes moradas são os mundos que circulam no espaço infinito e oferecem aos Espíritos que neles encarnam as moradas apropriadas ao seu adiantamento.

Anexo 2 - Quadro
 Anexo 3 - Música: Sede Perfeitos

SEDE PERFEITOS – GRUPO BEM 

Clique aqui para ouvir a música.MP3 >>
 
O caminho para a perfeição 
Parte do desejo 
De pôr luz no coração 

E muito antes de querer
Ou de chegar a algum lugar 
É importante estar certo 
Do lugar onde se está 

Ser um Homem de Bem
Ajudar sem olhar a quem 
Sem pensar em cair, 
Caminhar 

Ser um Homem de Bem
Se iluminar também 
Sem temer o futuro, 
Acreditar 

Sede Perfeitos
Sede de Amor 
Sê destemido 
Seja aonde for


<< Home                                       Aulas-Juventude>>