terça-feira, 19 de janeiro de 2016

CAMINHO PARA A FELICIDADE



Cenário: Dois casulos presos numa árvore e algumas 3 borboletas voando.
As crianças podem estar vestidas de flores enfeitando o cenário.

Narrador:
Você já olhou para o céu e sentiu uma vontade imensa de alcançá-lo? Já parou para pensar de onde viemos, porque estamos aqui reunidos neste momento e para onde iremos quando desta vida partirmos ?
Viemos do infinito e para lá, um dia iremos retornar.
Somos cidadãos do céu e turistas da Terra.
Estamos aqui, nesta existência, com a certeza de que um dia retornaremos ao lar da Divindade.
Mas para que este regresso seja pleno, leve, suave, precisamos estar fortes e amadurecidos. E para que possamos alçar os grandes voos é que a vida é um trabalho constante de elaboração e os
ensinamentos de Jesus a ferramenta base para a conquista de felicidade.
Borboleta azul:
- Vejam! Há dois casulos ali!!!

2ª Borboleta amarela:
- É mesmo!! Que interesante!


3ª Borboleta vermelha:
- Isso me fez recordar do tempo que estive fechada no casulo e todas as lições aprendidas…


Todas as Borboletas:
- É verdade.


Borboleta azul:
- Em uma das minhas vidas, eu quería ser uma borboleta rica e ter tudo o que o dinheiro pode comprar, pois pensava que a felicidade era ter tudo. Quanta ilusão… Passei tanto tempo tentando acumular bens que não aproveitei a companhia da minha familia e dos amigos…


Borboleta amarela:
- Eu quis aproveitar a vida… Sair, me divertir, beber, fumar… Para mim, esta era a verdadeira felicidade. Mas, como eu estava enganada… Quando eu estava no casulo percebi que não havia sido feliz.


Borboleta azul:
- Engraçado, eu tambem percebi quando estava no casulo, que não havia sido feliz com tanto dinheiro.


Borboleta vermelha:
- Eu quis ser linda e famosa… Gostava de ser respeitada e tratava a todos com grosseria. Para mim a felicidade estava no poder de comandar a todos. Quando cheguei ao casulo, como me sentia infeliz.


Todas as Borboletas:
- Quanto tempo perdemos buscando a felicidade… Por tantos caminhos e lugares procuramos a felicidade e não conseguimos encontrar…


Narrador:
Quantas vezes escolhemos os caminos mais dificeis da vida, nos agarramos nas pedras que machucam e galhos que se debruçam sobre o imenso rio da existência, ao invés de nos levar pelas águas cristalinas que desembocam ao final no longíncuo oceano da perfeição. Somos habitantes das aguas da vida e para que vivemos? Senao para nos melhorar e melhorarmos o nosso próximo, para alcançarmos sempre planos mais elevados. Mais cedo ou mais tarde chega o momento em que despertamos para a transformação…

Borboleta azul:
- Fiquei ali naquele casulo pensando nas oportunidades recebidas e no mau uso que eu havia feito delas. Como eu quería sair e recomeçar de uma nova maneira!


Borboleta vermelha:
- Enquanto eu estava no escuro daquele casulo ouvi uma voz que dizia:
- “Voce já ouviu falar de Jesus?”
Eu disse: Jesus???
- Sim, Jesus. Abra a porta do seu coração, deixe-O entrar e encontrarás a verdadeira felicidade!
Senti uma emoção tao grande e deixei Jesus entrar!


Borboleta amarela:
- Eu também deixei Jesus entrar e descobri que a verdadeira felicidade está na conquista das virtudes: a solidariedade, a tolerância, a caridade…


Borboleta azul:
- Eu tambem escutei esta voz, disse entusiasmada a Borboleta azul!
Ela me disse: Sou o camino, a verdade e a vida. Fiquei tão emocionada que naquele instante quis imediatamente sair do casulo e começar de novo!


Todas as Borboletas:
- Que alegría conhecer Jesus e seus ensinamentos!


Narrador:
Mas cedo ou mais tarde chega o momento em que despertamos para a transformação e percebemos que depende de nós adiantar ou atrasar nossa propia evolução. Para iniciar a nossa metamorfose
é necessario ouvir a voz que vem de dentro. É na quietude donosso interior que realizamos a verdadeira transformaçao. É preciso entrar no casulo da nossa propia consciência.


Borboleta azul: (olhando para os casulos)
- Vejam! Acho que chegou a hora da transformação das nossas amigas!


Todas as borboletas:
- É verdade!!! Vamos recepcionar nossas amigas!

Neste momento os casulos começam a mexer, rasgam a capa e aparece duas borboletas voando alegremente.


- Olá amigas! Elas dizem. – Que bom nascer de novo e saber agora o verdadeiro significado da palavra felicidade!

Com um fundo musical todas as borboletas voam alegremente.

Narrador:
Sintam a borboleta que existe dentro de você! Perceba que a vida tem um sentido grandioso que é despertar esta borboleta. Abra suas asas! Voe!!! Cada vez mais alto em direção às estrelas.
As virtudes ensinadas por Jesus é o caminho para a felicidade.
Valorizemos a bondade, a responsabilidade, a tolerância, o trabalho, a simpatia, a persistência, enfim, toda uma gama de virtudes que traduzindo em um sentimento maior, chamamos de AMOR.

_____________________________________________________________________


>>Home-Português                      >>Teatro