quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

APRENDENDO A PERDOAR


 

NARRADOR:
Vitor morava c om sua mãe e c om sua vó em um apartamento e ele  não tinha irmãos, por isso gostava de brinc ar c om os meninos que moravam no mesmo prédio que ele. Mas... Vítor não era um menino muito alegre. Sabem por quê? É que ele sempre ficava com raiva por qualquer coisinha e além disso não gostava de fazer as pazes depois que brigava c om alguém.
Um dia, Camila, prima dele, foi passear na sua casa. Os dois bricaram e se divertiram muito. Mas vejam só o que aconteceu quando Camila deixou o Vítor sozinha para ir tomar banho: Camila foi tomar banho e Vítor foi brincar com seu jogo de armar e construir várias coisas quando, de repente, PLOFT !!!!!
Camila veio correndo para abrir a porta do quarto e pisou no robô que o primo montara.
E vocês sabem o que aconteceu? Pois é... Vítor ficou muiiito bravo...

CAMILA:
_ Xiii , desculpa Vítor? - disse, c hateada Camila - eu não sabia que você estava brincando atrás da porta. Vamos, eu ajudo a montar outro robô, pois não quebrou nenhuma peça.


NARRADOR:
Mas... a cara do Vítor continuava emburrada.

CAMILA:
_ Desculpa, Vitinho, foi sem querer, por favor me desculpe...

VITOR:
_ Sem querer que nada! você queria mesmo desmanchar o que eu  montei. Não quero mais brincar com você! Pode ir embora pra sua casa, viu!!!!!

NARRADOR:
Camila começou a chorar e D. Helena, mãe de Vítor, levou a menina embora.
Quando voltou, percebeu que o filho estava triste porque a prima fora embora mesmo e aproveitou para conversar com ele.

D.HELENA:
_ Sabe, filho, a gente prec sa perdoar, desculpar o que nos fazem; senão vamos ficando sozinhos, sozinhos e isso vai nos dando um aperto  muito forte no coração.

NARRADOR:
Mas Vítor fingiu que nem ouviu.
No dia seguinte, Vítor, cansado de ficar sozinho, pediu à mãe para ir brincar na casa do Guilherme, seu amigo que morava no térreo e tinha um pequeno quintal no apartamento.
Lá chegando, os meninos foram jogar bola . Brincaram bastante até que Guilherme chutou a bola que foi bater sabem aonde? Pois é./..bem na barriga do Vítor...
Vocês já sabem como é que o Vítor reagiu? Isso mesmo... Vítor ficou  todinho cheio de raiva.

VITOR:
_ Também, Guilherme, não vou mais brincar com voc ê. Você não sabe jogar bola... Você acertou minha barriga.. Você me machucou...

GUILHERME:
_ Mas foi sem querer, Vítor.. Eu queria chutar pro gol!! Aí errei e chutei em você. ME desculpa, foi mesmo sem querer …

VITOR:
_ Não, não desculpo não!

GUILHERME:
_ Puxa, Vítor, eu sou seu amigo, me perdoe, não foi por querer não...

VITOR:
_ Não quero mais falar com voc ê. Você me machucou.

NARRADOR:
E lá foi Vítor embora para sua casa.
Vítor chegou em casa todo emburrado e foi para o quarto brincar de carrinho...
Passou a manhã, chegou a hora dele ir para o colégio, tomou seu banho , se arrumou e saiu de casa, ainda todo emburrado.
Voltando ao final da tarde para casa, ele resolveu brincar na calçada de cavalinho de pau..

NARRADOR:
E lá estava ele: brincando daqui, brincando dali...até que... CRASH!!!!!
Sabem o que ac onteceu? Pois é, Vítor correndo com o cavalinho, pisou num buraco, se desequilibrou e caiu no chão. Guilherme, que viu tudinho tudinho, chega correndo para ajudar.
GUILHERME:
Quer que o ajude , Vítor? Você machucou?

NARRADOR:
Vitor, que viu Guilherme vir correndo para ajuda-lo ficou muito envergonhado, pois percebeu o quanto o amigo era bonzinho e cuidadoso com ele.

VITOR:
Não precisa…

GUILHERME:
Precisa sim. Sua perna está machucada e vou leva-lo para casa.

NARRADOR:
Guilherme o segurou pelo ombro, ajudando- o a se levantar e foram abraçados até o apartamento do Vítor, para que o mesmo pudesse ser medicado. Quando os viu chegar, D. Helena correu para ajudar.

D.HELENA:
Que aconteceu?

GUILHERME:
Vítor caiu, D. Helena , e parece que machucou o joelho.

D.HELENA:
Vamos cuidar deste ferimento, filho. Muito obrigada, Guilherme, por você ter ajudado o Vítor.

NARRADOR:
Neste momento chega Camila assustada pois soube que Vitor tinha caído.

CAMILA:
O que houve? Voce está bem Vitor? Fiquei tao preocupada quanto soube que voce havia caído.

NARRADOR:
Vítor estava com uma vergonha danada. Ele havia sido grosseiro com o Guilherme e a Camilia mas eles o haviam perdoado e estavam preocupados com ele. Neste momento Vitor percebe que precisa ser diferente.

VITOR:
_ Olha, Guilherme, e Camilia eu não fui legal com você voces e, mesmo assim, vocês me perdoaram.
Agora eu quero lhe pedir desculpas de verdade! Voces ainda querem ser meus amigos?

GUILHERME E CAMILA:
_Claro, Vítor!!!!
Nós aceitamos seu pedido de desculpas e podemos ser grandes amigos!

NARRADOR:
E Vítor, com o coraç ão mais levinho, prometeu a ele mesmo que seria um menino mais feliz e alegre e que , assim como o Guilherme e Camila iria saber sempre perdoar."


(Fonte: AME/JF)

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


>>Home-Português                                     Teatro >>